quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Opinião - Os mistérios de Santiago de Raul Minh'alma



Sinopse:
Vila Cave, uma aldeia moribunda perdida no Douro, tão mortiça e sem cor. Talvez por isso a natureza lhe tenha dado uma flor. Uma flor com mais cores que as restantes juntas, uma flor que sem querer ali floria, que ali então crescia, mas que ali não iria morrer. Era uma flor diferente, era um ser carente, era tanto que se tornava incógnito. Era uma dúvida, uma incerteza, uma esperança indecisa na ânsia de acordar. Era o medo de alguém, era a indiferença de outros, mais que um mistério, era um segredo, e esse segredo tinha um nome, e esse nome era Santiago.

Opinião:

Confesso que a minha opinião foi variando ao longo da leitura. A minha expectativa a cerca desta história era alta e antes de começar a ler já tinha criado alguma simpatia por Santiago. Foi uma leitura com altos e baixos e por momentos achei que ia ser uma desilusão mas felizmente isso não aconteceu e acabei por gostar. 
O livro tem um inicio muito forte e até meio li com bastante entusiasmo, depois o ritmo foi-se perdendo, a história também e comecei a reparar mais nos pontos negativos da escrita do autor do que na história em si. Talvez por não ter gostado do rumo que escolheu para Santiago a dada altura, senti-me um pouco desiludida, nem sei se com o Santiago ou com o Raul Minh'alma. 
Nos últimos capítulos a história ganhou ritmo e gostei do final.

Esta história inicia-se na década de 80. Santiago era uma criança que apesar de tenra idade a vida já o marcava a cada dia que passava. Vítima de violência e exploração por parte do pai, Santiago só encontrava algum carinho junto de Helena, a sua ama e protectora e do seu fiel amigo, Patusco, o cão. Apesar destas dificuldades, Santiago encarava a vida com um sorriso e sentia que era seu dever ajudar toda a gente, incluindo o pai. Helena teve um papel muito importante na educação e formação de Santiago e a cada ano que passava, este tornava-se uma criança cada vez mais inteligente, bondosa e especial... muito especial.
Leninha, como era tratada por Santiago, oferece ao seu protegido, um diário. Ao inicio não lhe dá grande importância, mas a certa altura não se vai separar dele, será o seu confessor e chave para desvendar alguns mistérios.
A vida de Santiago vai dar muitas voltas. Revelações, tragédias, mudanças inesperada e mistérios a cerca da sua própria vida vão surgindo ao longo do história. 
É uma longa caminhada onde vai encontrando amigos a quem deixa a sua marca, o seu sorriso, amizade e incentivo para que não desistam dos seus sonhos.
Apesar da vida ser tão dura com Santiago ele não se deixa endurecer e continua com o seu coração generoso. Talvez por isso a vida o tenha recompensado e dado uma grande oportunidade.

Alguns acontecimentos são completamente inesperados e apanharam-me de surpresa. Também não esperava certas atitudes desta criança e por momentos senti vontade de lhe puxar as orelhas.
É verdade que não concordo com o rumo que a certa altura o autor escolher para aquele menino, mas acabei por compreender no fim qual a sua ideia. 

Quanto a escrita do autor, achei simples mas por vezes dava-me a impressão que os pensamentos de Santiago se misturavam com os seus e divagava um pouco. Não considero errado, entendo a mensagem que o autor queria passar, mas por vezes tornava a leitura um pouco lenta lenta. 
Outro ponto que acho que faltou trabalhar mais, foram os diálogos, alguns não gostei e fez-me confusão o uso de certo vocabulário, tendo em conta que eram crianças e de classe baixa.
São pormenores que se vão trabalhando com o tempo e espero que este não tenha sido o único livro de Raul Minh'alma.  

Um ponto muito positivo neste livro é mesmo a personagem principal, o autor consegue logo de inicio criar uma empatia entre Santiago e o leitor. Gostei muito de conhecer o Santiago e apesar de se ter portado um pouco mal guardo uma certa ternura por aquele menino de olhos verdes. Gostei do seu final.

No geral é um livro que se lê muito bem e recomendo. É uma história cheia de mistérios que o protagonista precisa resolver para saber quem é. Mostra a importância de conhecer alguém antes de julgar e do perdão para fazer as pazes com o passado e seguir em frente com mais esperança. É um livro que fala de destino e de sonhos.

E tu...? Qual é o teu sonho?

Boas leituras!