quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Opinião - Crónicas de Gelo e Fogo de George R. R. Martin, Livros I e II

   Olá!

   Desde o inicio do verão que ando a ler As Crónicas de Gelo e Fogo de George R. R. Martin e estou a adorar imenso. 

   Vi a série televisiva até à terceira temporada e estava mesmo viciada (nota-se pelo nome do meu blogue), mas decidi parar de ver série e começar a ler os livros. Quero ver as restantes só depois de ler.

   Já esperava uma grande leitura, pois toda gente que já leu, aconselha. 
  
  Tinha algum receio de não decorar todas as personagens e cenários, pois já acontecia com a série. É muita gente e muita coisa a acontecer ao mesmo tempo e em locais diferentes, mas ao contrário do que esperava não estou a ter grandes problemas com isso. Confesso que de vez em quando me perco por Westeros, mas acabo sempre por não me atrapalhar e não perder na história. Quando tenho alguma dúvida tiro-a rapidamente na net. (cuidado para não lerem de mais). 
  Se este caso não me fez parar muitas vezes de ler, as personagens sim. Ter visto a série, ajuda na montagem das cenas na minha mente, mas levou a que eu não conseguisse avançar quando aparecia uma personagem nova e não conseguia visualiza-la. Agora já leio mais descontraidamente mas no inicio era quase obsessivo. 
   Ainda vou de vez em quando à Wikipedia tirar umas dúvidas, e já agora quero dar os parabéns a quem faz esse trabalho pois dá-me imenso jeito. :)

  Desta vez vou falar dos dois primeiros livros. Já estou a meio do terceiro e devia ter começado a falar destas crónicas há imenso tempo, mas fui  esquecendo adiando.

Sinopse: O primeiro volume de As Crónicas de Gelo e Fogo, a melhor série de fantasia da actualidade. 

Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, recebe a visita do velho amigo, o rei Robert Baratheon, está longe de adivinhar que a sua vida, e a da sua família, está prestes a entrar numa espiral de tragédia, conspiração e morte. Durante a estadia, o rei convida Eddard a mudar-se para a corte e a assumir a prestigiada posição de Mão do Rei. Este aceita, mas apenas porque desconfia que o anterior detentor desse título foi envenenado pela própria rainha: uma cruel manipuladora do clã Lannister. Assim, perto do rei, Eddard tem esperança de o proteger da rainha. Mas ter os Lannister como inimigos é fatal: a ambição dessa família não tem limites e o rei corre um perigo muito maior do que Eddard temia! Sozinho na corte, Eddard também se apercebe que a sua vida nada vale. E até a sua família, longe no norte, pode estar em perigo. Uma galeria de personagens brilhantes dá vida a esta saga. Entre eles estão o anão Tyrion, a ovelha negra do clã Lannister; John Snow, um bastardo de Eddard Stark que, ao ser rejeitado pela madrasta, decide juntar-se à Patrulha da Noite, uma legião encarregue de guardar uma imensa muralha de gelo a norte, para lá da qual cresce uma assustadora ameaça sobrenatural ao reino. E ainda a princesa Daenerys Targaryen, da dinastia que reinou antes de Robert Baratheon, que pretende ressuscitar os dragões do passado e, com eles, recuperar o trono, custe o que custar. 

Sinopse:
Estes são tempos negros para Robert Baratheon, rei dos Sete Reinos. Do outro lado do mar, uma imensa horda de selvagens organizou-se para invadir o seu reino. À frente deles está Daenerys Targaryen, a última herdeira da dinastia que Robert massacrou para conquistar o trono. E os Targaryen são famosos pelo seu rancor e crueldade... Mais perto, para lá da muralha de gelo que se estende a norte, uma força misteriosa manifesta-se de maneira sobrenatural. E quem vive à sombra da muralha não tem dúvidas: os Outros vêm aí e o que trazem é bem pior do que a própria morte... Ainda mais perto, na Corte, as conspirações continuam. O ódio entre as várias Casas aumenta e desta vez o sangue vai jorrar. E quando parece que nada pode piorar, o rei é ferido mortalmente numa caçada. Terá sido um acidente ou um assassinato? Seja como for, uma coisa é certa: a guerra civil vem aí! 

George R. R. Martin prova porque é o maior escritor de fantasia da actualidade. Com uma imaginação poderosa, escrita inteligente e personagens cativantes, volta a deixar o leitor rendido e a ansiar por mais. Se gosta de um romance histórico épico, de um thriller arrepiante, de uma aventura emocionante, de uma fantasia credível e, em suma, de uma grande leitura... então este livro é para si.

Opinião:

Apesar de se tratarem de dois livros, posso fazer uma opinião geral. 
É fascinante este universo criado por Martin. 
Apesar de nestes dois volumes o autor só ter levantado uma pontinha do véu, deu para conhecer grande parte das personagens principais e as suas intenções. Digo isto com algumas reservas pois já estão 10 livros editados (em Portugal e 5 na versão original) e muita tinta vai rolar. Cabeças também... De um momento para o outro tudo pode mudar e entram novas personagens que vão crescendo ao longo da história.

Estes dois volumes são um excelente inicio da série. Na minha opinião no primeiro apenas começamos a conhecer o continente de Westeros, os seus reinos e as respectivas casas e é no segundo que começa a haver alguma acção e episódios inesperados.
Os reinos são regidos pelo rei Robert Baratheon, casado com Cercei Lannister, uma mulher fria, calculista com sede de poder. 

Sinto-me tentada a contar um pouco da história, mas isso ia obrigar-me a falar das famílias e um pouco da sua história. Ia ser maçador e para escrever por tópicos não vale a pena, uma vez que podem encontrar essa informação em vários sites e blogs. 

É uma série com personagens muito fortes, bem elaboradas e apaixonantes, que aliadas à magnifica descrição de Westeros, tornam esta série tão rica e apaixonante. Há de tudo aqui menos verdades absolutas. 

Há reis, dragões, lobos gigantes, corvos, mortos vivos e anões. Para já!

Há um anão, Tyrion Lannister, que é a minha personagem favorita. Sim, é irmão da besta, mas vai surpreender toda gente. genial este personagem.
Também gosto muito da Arya Strark(filha de Eddard Stark) e Jon Snow (bastardo de Eddard Stark). Este último por influência da série, pois nos livros ainda só ganhou a minha simpatia.

É uma série que recomendo vivamente. Apesar do enorme número de personagens, castelos, cidades e montes, lê-se muito bem. 
Os livros contêm mapas e apêndice personagens que são uma enorme ajuda.

Não percam tempo e leiam estas "Crónicas de Gelo e Fogo".

Neste momento estou a terminar o terceiro livro e espero trazer uma opinião bem melhor que esta. Gostava de me dedicar mais, mas o tempo não é muito. Espero que ao menos se sintam curiosos e tentados a ler :)

Beijinho e boas leituras