sábado, 25 de abril de 2015

Passeio e caches com o Tejo à vista em Vila Nova da Barquinha e Moita do Norte

Se há coisa que gosto de fazer para além de ler é passear e nas últimas semanas tenho conseguido dar algumas escapadelas. Que bom poder sair da rotina, fazer-me à estrada (neste caso, aos carris) e descobrir novos sítios e se tiver umas caches à mistura, melhor.

O passeio que venho falar hoje fiz em meados de março. Venho dar a conhecer um pouco de Vila Nova da Barquinha e Moita do Norte, terra do meu namorado. :)

Para quem gosta de Geocaching, estas terras estão bem recheadas e dão a descobrir pontos de grande interesse histórico. Eu só pude encontrar duas porque estava muito perto das 300 caches encontradas e essa tinha de ser feita com a equipa rvcval reunida (fiquem atentos ao próximo post =] ), mas deu para estudar algumas e conhecer os locais. 

Malas feitas, bilhete na mão, roupa janota e tudo pronto para uma viajem de cerca de 2:30 até ao Entroncamento. 


Foi uma viagem tranquila e só lamento ter viajado de noite porque a linha da beira baixa proporciona-nos uma vista lindíssima com o Tejo a acompanhar.
Chegámos ao Entroncamento e o Nuno já estava à nossa espera. Malas no carro e bora jantar que já se fazia tarde e a família Ferreira já nos esperava de mesa posta.
Primeira reacção ao chegar a Moita do Norte... "Estranho, parece que nem sai da Erada é bem mais calmo"

Moita do Norte - É uma das localidades mais populosas do concelho de Vila nova da Barquinha, e o seu território foi integrado na freguesia de Vila Nova da Barquinha depois da reorganização administrativa de 2012/2013.

Esta antiga freguesia foi em tempos de grande importância para o desenvolvimento do concelho. Terra de marinheiros e pescadores, foi também um grande centro industrial, com cerâmica, fabrica de sabão e duas de foguetes, infelizmente nenhuma se encontra já em funcionamento. 
A sua velha capela, dedicada a Nossa Senhora dos Remédios, o Jardim da Nora e o Clube União de Recreios são alguns pontos de destaque. Este último, fundado a 1 de Dezembro de 1924 dedicou-se a desenvolver actividades de cultura e lazer, e actualmente tem como director Nuno Ferreira, que para além do trabalho e desta actividade ainda tem tempo para escrever livros e aturar-me :P
Moita do Norte é uma localidade tranquila e bonita, porém um pouco abandonada, vi muitas casas à venda.


Vila Nova da Barquinha - Também conhecida por Barquinha é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Santarém, é sede de um pequeno município com 4 freguesias, limitado a norte pelos municípios de Tomar e Abrantes, a leste por Constância, a sul pela Chamusca, a sudoeste pela Golegã, a oeste pelo Entroncamento e a noroeste por Torres Novas. (tanta coisa para descobrir =), tão bom)

Vila Nova da Barquinha é a Terra dos Sorrisos (um slogan bonito para uma terra que pretende ser um local agradável para se viver, morar, simpática e acolhedora para quem a visita), onde o sável e a lampreia atraem milhares de turistas, assim como o seu grande atractivo, o Castelo de Almourol. A partir do cais de Tancos podem fazer-se belíssimos passeios de barco até ao castelo. 
Outro ex-libris da vila é zona ribeirinha com Parque de Esculturas Almourol que inclui estranhas e enigmáticas esculturas ao ar livre, num parque verde onde se respira tranquilidade. Encontram-se ali expostas obras de vários autores, como, por exemplo, Joana Vasconcelos. 
Todos os anos neste parque é realizada a Feira do Tejo que se realiza por volta do 10 Junho e dia de Sto António, feriado do concelho. Realizam-se as Marchas de St. António, Procissão e corrida de toiros. Por esses dias o parque é invadido por banquinhas onde são mostrados todo o tipo de artesanatos e produtos locais, para além das tradicionais tasquinhas e música ao vivo.


Não faltam razões para visitar estas localidades. Eu tenho a maior de todas =) ;)


Beijinhos e bons passeios!!