terça-feira, 15 de abril de 2014

SORTEIO

Olá.

Já acompanham a minha página no facebook?

Se ainda não, façam "like" e podem habilitar-se a ganhar um destes livros.

Estes livros são meus e estão em bom estado. Como tenho vindo a dizer na página, são livros da minha estante.

Para se habilitarem a receber um destes livros, basta:
  • Fazer like na página A Guerra dos Sonos
  • Partilhar a imagem do sorteio no vosso mural
  • Fazer um comentário com o vosso nome (para depois usar para o sorteio)
 Lembro que estou a sortear 1 destes 3 livros. O vencedor pode escolher depois quando enviar a morada por mensagem privada.

O sorteio será feito no RANDOM, neste momento parece-me o mais simples e como é o primeiro sorteio não quero complicar =)

O sorteio é válido para Portugal continental e ilhas. 

  O passatempo decorre entre os dias 15 e 20 de Abril (23:59h). O sorteio será feito dia 21 ao fim da tarde.

Espero que corra tudo bem e boa sorte!!! 

A MATEMÁTICA DO AMOR:

Sinopse
A Matemática do Amor, a extraordinária estreia de Emma Darwin, é um registo profundamente comovente da dor da perda, do ardor da paixão e do poder redentor do amor.

Estamos em 1819 e Stephen Fairhurst, um veterano de Waterloo, deseja apenas ficar em paz.
Em Kersey Hall, a casa à qual regressou após um longo exílio em Espanha, espera esquecer os horrores da guerra e recordar somente o grande e secreto amor que perdeu.
A sua crescente amizade com a progressista Lucy Durward, cimentada através da troca regular de correspondência, vai despertar os fantasmas do passado e mudar o curso da sua vida.

No verão quente de 1976 a adolescente Anna está pronta para se divertir.
Em vez disso é enviada para o que parece ser o pior local do mundo para passar as férias de verão: uma falida escola rural gerida pelo seu tio distante. E assim, aborrecida e sozinha, envolve-se na vida de dois homens: Theo, um fotógrafo de guerra exilado, e o homem a quem a casa pertencera cento e cinquenta anos antes, Stephen Fairhurst.

Nenhuma das gerações pode, contudo, sonhar com uma paz duradoura. O passado transporta demasiados segredos para ser esquecido e o futuro carrega o amor e a dor dos afetos. 
HISTÓRIAS DE UM PORTUGAL ASSOMBRADO
Sinopse
Hoje o Palácio Beau Séjour é ocupado pelo Gabinete de Estudos Olisiponenses, da Câmara Municipal, de Lisboa, mas noutros tempos foi a residência do Barão da Glória, que ainda hoje por lá anda a arrastar grossos volumes de livros e caixotes de documentos, para desespero dos funcionários, que, dias depois, voltam a encontrá-los no exato local onde haviam procurado. O Barão também é culpado, acusam, pelo tilintar da chávenas em cima das mesas e pelo soar das campainhas da Quinta de São Domingos de Benfica. No Castelo de Almourol ou no de Bragança, amores incompreendidos deixaram espetros a pairar nas suas torres e ameias. Na Serra de Sintra sobram razões para ter medo, entre casas assombradas e almas que deambulam pelas estradas. No Porto, há espetros a discutir a herança pela calada da noite e apartamentos que, afinal, contra todas as razões lógicas, não estão vazios como aparentam. Em Castro Marim, as mouras ainda andam à solta, e, em Penafiel, os sustos marcam o ritmo dos dias na Quinta da Juncosa, que há séculos foi palco de um crime hediondo. Em Langarinhos, Gouveia, há uma casa inacabada, obra que, por mais que tente, nenhum proprietário consegue finalizar.
Falar de fantasmas, casas assombradas e mistérios difíceis de explicar não é tarefa fácil. Há quem fique com pele de galinha, outros não deixam de esboçar um sorriso trocista. 
O FEITIÇO DA LUA

Sinopse
No seu mais recente romance mágico, Sarah Addison Allen convida-nos a visitar uma pitoresca cidade do sul dos Estados Unidos onde duas mulheres bem diferentes descobrem como encontrar o seu lugar no mundo - por mais deslocadas que se sintam.

Emily Benedict vai para Mullaby, na Carolina do Norte, na esperança de pelo menos resolver alguns dos mistérios que rodeiam a vida da mãe. Porém, assim que Emily entra na casa onde a mãe cresceu e trava conhecimento com mo avô, cuja existência sempre desconhecera, descobre que os mistérios não se resolvem em Mullaby, são um modo de vida: o papel de parede muda de padrão para se adequar ao estado de espírito do ocupante do quarto, luzes inexplicáveis dançam pelo quintal à meia-noite e uma vizinha, Julia Winterson, cozinha esperança sob a forma de bolos, desejando não apenas satisfazer a gulodice da cidade mas também reacender o amor que receia ter perdido para sempre. Mas porque desencorajam todos a relação de Emily com o atraente e misterioso filho da família mais importante de Mullaby? Ela veio para a cidade a fim de obter respostas, mas tudo o que encontra são mais perguntas.
Um bolo de colibri poderá trazer de volta um amor perdido? Haverá mesmo um fantasma a dançar no quintal de Emily? As respostas não são o nunca o que esperamos, mas nesta pequena cidade de adoráveis desadaptados, o inesperado faz parte do dia-a-dia.