segunda-feira, 22 de julho de 2013

Desafio "Um livro por mês" (2)

Olá! 

Hoje venho falar do segundo livro que falei no "Um livro por mês"
O escolhido foi o inspirador....




 O mundo amarelo de Albert Espinosa.


"O Mundo Amarelo  é um  mundo especial e diferente, onde realizar sonhos só depende de acreditar-mos neles. O primeiro passo para descobrir este novo mundo é percebermos quem são os nossos Amarelos. Estes são as pessoas que dão sentido a nossa vida e que se encontram entre o amor e a amizade, que se cruzam connosco e que com uma única conversa podem mudar a nossa vida. "





Sinopse:

A vida de Albert Espinosa mudou quando tinha 14 anos e lhe diagnosticaram um cancro. Aos 15 amputaram-lhe a perna esquerda, e, até aos 24, quando foi dado como curado, retiraram-lhe ainda o pulmão esquerdo e extraíram-lhe parte do fígado. Mas, como o próprio diz: «O cancro tirou-me as coisas materiais […] mas deu-me a conhecer muitas outras coisas que nunca teria conseguido descobrir sozinho.» Este é o livro onde o autor partilha as experiências e os ensinamentos que o ajudaram a viver feliz mesmo nas circunstâncias mais difíceis. O sucesso desta obra tem sido contagiante, registando sucessivas edições, milhares de exemplares vendidos e direitos adquiridos por mais de uma dezena de países. O Mundo Amarelo deu também origem a uma série televisiva em Espanha, cujos direitos de adaptação nos Estados Unidos foram comprados pela produtora Dreamworks, de Steven Spielberg.


O livro:

   Este é um livro fascinante!
   É um livro que nos faz ver o mundo e encara-lo de forma mais positiva. É um livro bonito que se lê muito bem e com um sorriso. 
Somos convidados a procurar os nossos Amarelos, que são as pessoas que dão sentido a nossa vida, que são importantes, que nos acompanham. Ensina-nos a olhar para as adversidades com outros olhos e tornar os nossos males em coisas positivas. É um relato de como uma doença tão devastadora como o cancro, nos pode fazer olhar a vida e para os outros de uma maneira positiva. 
   Albert Espinosa, aos 14 anos viu a sua vida mudar com o diagnóstico de um cancro. Durante o livro não é contado todo o processo da doença de forma sofredora. Há partes em que o autor fala dos seus tratamentos, dos momentos passados com os outros doentes, os "carecas"( forma carinhosa como se chamavam) e da perda de alguns, mas o objectivo do livro é fazer-nos olhar para o nosso mundo e fazer com que ele se torne melhor.
   Com boa disposição, vontade de viver e mostrar isso aos outros Albert Espinosa prende-nos a este Mundo Amarelo, envolve-nos de uma forma muito pessoal, fala directamente connosco, de autor para o leitor. É um livro muito bonito que aconselho vivamente, principalmente a quem está a passar por dificuldades sejam elas quais forem, porque nos enche de esperança, de positivismo e sinceramente faz-nos encarar a vida com mais gratidão e alegria.
   É um livro cheio de lições. Descobertas!
   Divirtam-se na busca dos vossos AMARELOS e vivam o dia-a-dia com mais alegria. A vida é para se viver ao máximo independentemente das dificuldades, sejam positivos, Carpe Diem


“Faz uma festa de despedida à perna. Convida as pessoas que tenham a ver com a tua perna e despede-te dela à grande. Não te apoiou ela durante toda uma vida? Pois agora apoia-a tu, já que ela se vai embora.” 


“Quando estás doente fazem um registo da tua vida, um historial médico. Quando estás a viver, deverias ter outro: um historial vital”



Até a próxima. Boas Leituras!