segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Plano de leitura para fevereiro

Olá!!
Como no mês se janeiro consegui cumprir o plano de leituras e ainda juntar alguns à lista, vou voltar a apostar no planeamento. Não quer dizer que cumpra à risca as minhas escolhas, a lista servirá de guia e as leituras vão depender dos dias, da vontade e do tempo livre. :)


Para o desafio Ler autores portugueses, escolhi O RENASCER DAS CHAMAS de Susana almeida que já li e podem consultar a resenha aqui.

Para o desafio Um Clássico por mês, escolhi o ORGULHO E PRECONCEITO da Jane Austen

Sinopse:
Elizabeth Bennet, uma das cinco filhas de uma família da classe média rural, conhece Fitzwilliam Darcy, membro da alta sociedade mas de um orgulho desmesurado. As tensões aparecem rapidamente, alternando sensivelmente o idílico e pacífico mundo rural inglês, que se revela como uma sociedade rígida, em que abundam os preconceitos e na qual nem tudo é aquilo que parece. Neste romance de formação, os protagonistas devem madurar e aprender dos seus erros para poderem encarar o futuro, separando o orgulho da classe de Darcy e os preconceitos de Elizabeth.


Também decidi voltar a ler a série As crónicas de gelo e fogo do George Martin. 
Depois de ouvir tanto a minha irmã falar dos livros que lhe ando a emprestar, depois dela me ter ultrapassado e já estar a ler o 7º livro e depois de uma maratona em casa dos meus pai a ver a série, tomei vergonha na cara e decidi voltar a pegar nos livros, cuja adaptação televisiva serviu de inspiração para o nome do meu deste blogue. 
Sigo então com a leitura, recomeçando o 5ºlivro (versão portuguesa) A TORMENTA DAS ESPADAS.
Sinopse:
Os Sete Reinos estremecem quando os temíveis selvagens do lado de lá da Muralha se aproximam, numa maré interminável de homens, gigantes e terríveis bestas. Jon Snow, o Bastardo de Winterfell, encontra-se entre eles, debatendo-se com a sua consciência e o papel que é forçado a desempenhar.
Todo o território continua a ferro e fogo. Robb Stark, o Jovem Lobo, vence todas as suas batalhas, mas será ele capaz de vencer as mais subtis, que não se travam pela espada? A sua irmã Arya continua em fuga e procura chegar a Correrrio, mas mesmo alguém tão desembaraçado como ela terá dificuldade em ultrapassar os obstáculos que se aproximam.
Na corte de Joffrey, em Porto Real, Tyrion luta pela vida, depois de ter sido gravemente ferido na Batalha da Água Negra, e Sansa, livre do compromisso com o rapaz cruel que ocupa o Trono de Ferro, tem de lidar com as consequências de ser segunda na linha de sucessão de Winterfell, uma vez que Bran e Rickon se julgam mortos.
No Leste, Daenerys Targaryen navega na direcção das terras da sua infância, mas antes terá de aportar às cidades dos esclavagistas, que despreza. Mas a menina indefesa transformou-se numa mulher poderosa. Quem sabe quanto tempo falta para se transformar numa conquistadora impiedosa?

Outro livro quue tenho muita vontade de ler é BEATRIZ A MULHER QUE LIDEROU OS DESCOBRIMENTOS de Fina d'Armada. 
Ultimamente o tema dos Reis e do nosso passado histórico tem me interessado bastante e tenho lido e ouvido alguns programas de rádio sobre os grandes protagonistas da nossa história. É possível que este género de livros me acompanhe ao longo dos próximos meses.

Sinopse:
Nesta obra, o leitor encontra, em romance, uma outra visão dos Descobrimentos Ibéricos, pistas sobre o provável envenenamento de D. João II, e um segredo que satisfaz incógnitas de 500 anos sobre as origens de Colombo. Segredo que inclui um documento secreto do Vaticano, da autoria do cardeal Garampi, sobre o Infante de Sagres.

D. Beatriz dominou o período áureo da história de Portugal. Casada com D. Fernando, filho adoptivo do infante D. Henrique, foi sogra de D. João II e mãe de D. Manuel I. O Papa outorgou-lhe oficialmente a governação da Ordem de Cristo e o seu poder foi imenso, mas há um segredo que a perseguiu…

E por fim, uma autora por quem tenho muita admiração, não pela leitura dos seu livros porque ainda não li nenhum, mas pelos seus textos, entrevistas e documentários que vi sobre si. Quero começar finalmente a ler Clarice Lispector e o primeiro levro que vou ler é O LUSTRE.

Sinopse:
Em "O Lustre", de 1946, Virgínia mantém um relacionamento incestuoso com o irmão, Daniel, com quem faz reuniões secretas em que experimentam verdades, na condição de iniciados especiais. Os protagonistas Virgínia e Daniel fazem experiência com o mal, ora como agentes (beneficiários), ora como vítimas. Nas brincadeiras de infância entre os dois irmãos, o menino exercita sua maldade com jogos perversos que denunciam o abuso do poder de que se sabe possuidor. Virgínia é o instrumento de obtenção daquele prazer que no romance anterior parecia poder levar ao êxtase a jovem Joana: a fascinação pelo mal, o prazer advindo da percepção - e, neste caso, do uso - da inerente maldade humana. Para o menino, o mal metamorfoseia-se em perversidade, exige relação, necessita de um outro para se completar: pratica o mal pelo mal, convertendo-se o meio em fim.

E são estas as minhas escolhas.
E as vossas? Quais os vossos planos para fevereiro?

Beijinho e boas leituras