sábado, 5 de outubro de 2013

O mundo perdido de Arthur Conan Doyle

  Do mesmo autor de Sherlock Holmes, Arthur Conan Doyle, apresento-vos hoje...

 O Mundo perdido, um livro de ficção cientifica que relata uma expedição a um local da Amazonia, habitado por animais pré históricos.


  Esta é uma publicação Europa-América que reúne vários clássicos do sec.XX. 
  O original foi publicado em 1912. Inspirou vários filmes e também uma série de TV, produzida na Grã-Bertanha com o mesmo nome, "The Last World".

"Sinopse":
 O Mundo Perdido, é o relato de uma expedição cientifica, integrando quatro intrépidos ingleses, a um longínquo planalto na selva sul-americana. Nesta região fora do tempo, que está isolada do exterior por penhascos verticais impossíveis de escalar e cercada por pântanos fétidos, deparam com medonhos sobreviventes da alvorada da história. São perseguidos por bandos de pterodáctilos, uma gigantesca lagartixa-peixe, titânicos repteis e bandos errantes de homens-chimpanzé pré-humanos. Ali presos, tendo apenas espingardas como protecção, os quatro têm de utilizar a astúcia e o seu intelecto superior para escaparem a este pesadelo primitivo.


  Esta aventura é protagonizada pelo professor Challenger, cuja reputação e credibilidade está manchada por em tempos ter afirmado a existência deste local sendo tomado como louco. Com ele vão mais três aventureiros Edward Malone, um jornalista apaixonado decidido a mostrar a sua amada que é corajoso e merecedor da sua atenção, o Professor Summerlee, com a missão de averiguar os factos e Lorde John Roxton, um viajante e aventureiro rico, sem problemas em atirar uma bala quando é preciso. Juntos vão investigar a veracidade dos relatos de Challenger. 

 Ainda não acabei de ler, mas apeteceu-me já falar dele. Não me parece que vá ter muito mais a acrescentar. É o primeiro de livro de ficção cientifica que leio e já estive para desistir por causa de algumas descrições extensas e maçadoras, na minha opinião. Mas uma vez que é o primeiro livro que leio de Conan Doyle, e sendo ele o criador de Sherlock Holmes... decidi dar uma oportunidade e apesar de não estar a ler com o entusiasmo de outras vezes até estou a gostar.

  Quem já leu?

  Fiquem bem e boas leituras ;)